top of page

5 cuidados com a pele e o cabelo masculino no inverno



Quando a temperatura cai, muitas pessoas mudam ou adaptam as suas rotinas de cuidados pessoais. E isso não é diferente para a rotina masculina de cuidados com a pele e o cabelo, que também sofre algumas alterações conforme as necessidades de cada indivíduo na estação mais gelada do ano. No Brasil, algumas regiões são mais frias do que outras, mas independentemente de onde você estiver, nem que seja por um pequeno período a temperatura vai cair um pouco. Para garantir a beleza e a saúde dos fios e da pele masculina, vale a pena conhecer os principais pontos de atenção no inverno. Confira! O que muda no inverno? Quando o assunto é cuidados pessoais, no inverno há certa mudança de hábitos. Alguns exemplos são os banhos bem mais quentes e o protetor solar, que é deixado de lado por muitos. Tudo isso impacta diretamente na pele e, por isso, é importante saber o que é recomendado ou não fazer quando as temperaturas caem. Ao mesmo tempo, vale ressaltar que o inverno também tem o seu lado bom quando estamos falando sobre tratamentos dermatológicos, como peelings e a amenização de manchas na pele. Qualquer procedimento que tenha como recomendação evitar a luz solar acaba sendo indicado para a realização nessa época do ano. De forma geral, o que muda no inverno é que está mais frio e há um impacto direto das baixas temperaturas na pele e cabelo dos homens. Além disso, os novos hábitos também podem interferir, por isso é importante saber melhor sobre os cuidados essenciais. 5 cuidados com a pele e o cabelo masculino no inverno Confira, em seguida, algumas orientações sobre a rotina de cuidados pessoais que todo homem deve seguir no inverno para manter a saúde, beleza e autoestima em dia: Evitar banhos muito quentes Nós sabemos que é uma delícia tomar aquele banho pelando quando está muito frio, mas a água quente acaba ressecando ainda mais a pele, o que não é muito bom para boa parte dos homens. O cabelo, por sua vez, também não se beneficia da água muito quente, pois o couro cabeludo resseca. Quem já tem os fios mais secos, portanto, vai ficar com eles ainda mais quebradiços. O ideal é lavar os cabelos com água morna e, é claro, sempre utilizar shampoo e condicionador adequados para o seu tipo de cabelo. Cuidar da caspa A caspa existe independentemente da estação do ano, mas no inverno pode se intensificar. São diversos fatores que fazem a descamação aumentar nessa época. Por mais que, para alguns, seja mais difícil lavar o cabelo no frio, diminuir a frequência da higienização pode piorar a caspa, pois é gerado um acúmulo de oleosidade. Além disso, a temperatura da água, que costuma ser mais quente no inverno, também é capaz de impactar negativamente quem sofre com a caspa. O ideal é optar pela água morna para amenizar o problema. Hidratar a pele e os cabelos Nessa época, vale a pena avaliar se o hidratante que estava sendo utilizado até então é o suficiente para manter a pele equilibrada e saudável. Pode ser necessário, por exemplo, trocar um sérum hidratante por uma textura mais potente, como um creme. Ainda em relação à pele, para alguns chega a ser necessário conversar com o dermatologista para entender se é preciso reduzir a frequência de produtos que possam irritar a face, como ácidos, principalmente se a pele estiver seca e sensível. Já quando o assunto é cabelo, também não é recomendado negligenciar a hidratação, pois os fios tendem a sofrer com o clima mais seco. Não abra mão do condicionador e também procure aplicar as máscaras de hidratação a cada quinze dias. Usar protetor solar mesmo em dias nublados Muita gente abre mão do protetor solar durante o inverno, pois existe uma ideia equivocada de que seu uso não é necessário em dias nublados e frios. Nada disso! Os dermatologistas afirmam que os raios ultravioleta continuam causando os mesmos danos no inverno e no verão. Protetor solar deve ser utilizado para proteger a saúde da pele em todas as estações do ano. Tomar cuidado com o uso do secador No inverno, o uso de secador tende a aumentar para evitar que os fios fiquem molhados por muito tempo. Para evitar danos, vale a pena usar um finalizador com proteção térmica antes de secar. Um ótimo produto é o Grooming, da Baboon, que protege os fios do calor exalado pelo secador ao mesmo tempo que proporciona volume e textura aos cabelos. Também é recomendado manter o secador por volta de 15 centímetros distante dos cabelos para não queimar os fios e sempre deixá-lo em movimento. Por fim, evitar uma temperatura muito alta, se possível, abaixo de 175° C. Converse com seu dermatologista e adapte a sua rotina Os cuidados com a pele e o cabelo masculino podem exigir a orientação de um especialista, por isso, não deixe de conversar com o seu dermatologista. O médico irá orientá-lo em relação aos melhores produtos para utilizar e hábitos para cultivar no inverno. O importante é se atentar em relação à importância de continuar cuidando da pele e dos cabelos na estação mais fria do ano para garantir beleza e saúde o ano todo.

39 visualizações0 comentário
bottom of page